SANTOS JAZZ FESTIVAL

7ª EDIÇÃO - 2018

Liberdade dá o tom do 7º Santos Jazz Festival

Para homenagear os 70 anos da Declaração Universal dos Direitos Humanos, a 7ª edição do Santos Jazz Festival faz da programação de 2018 um tributo à liberdade. Da abertura, no dia 26 de julho, até o encerramento, no dia 29 de julho, um desfile de ritmos, estilos e performances irá celebrar a criatividade, a mistura, os encontros improváveis, em uma empolgante comunhão artística que ultrapassa o plano musical, como explica a diretora do Santos Jazz, Denise Covas. “Acreditamos no poder e na responsabilidade da arte como ferramenta de transformação social. Os Direitos Humanos envolvem muitos temas como o direito básico de ir e vir, até o direito legítimo das pessoas serem o que são, independentemente de gênero, cor ou idade. Queremos inspirar o nosso público a refletir sobre essas questões tão fundamentais, em tempos de tanta intolerância”, propõe a organizadora.

Dialogando com o mote “Liberdade é o tom” vários artistas irão se revezar nos palcos do teatro Sesc, Arcos do Valongo e no Bonde Arte. O programa, que inclui ainda oficinas musicais e rodas de conversa, tem início com a banda Afrojazz & Jesuton, resgatando a origem e influência africana no jazz, com a participação da cantora britânica Jesuton, que escolheu o Brasil para viver e mostrar seu canto, num tributo a Nina Simone. A Orquestra Mundana Refugi, composta por integrantes de nove países, prova que a música não tem fronteiras e une todos os povos.Izzy Gordon também homenageará Nina Simone e a brasileiríssima Elza Soares, outra incansável guerreira na defesa das mulheres e dos negros. Juntos, Toninho Horta, Duofel, Carlos Malta, Robertinho Silva, Adriano Grineberg põem mais tempero brasileiro na receita do Festival. Samba-jazz, blues e soul também marcam presença, assim como a música inclusiva e a música para as crianças na formação de novos públicos. Talentos caiçaras vêm representados por Cristopher Clark, Sambália Trio, Didi Gomes, Mauro Hector, Milton Medusa, Luiz Oliveira, Debora Tarquínio e vários nomes da Jazz Big Band reforçam a programação do Santos Jazz 2018. O encerramento da super festa musical homenageia o “Beatle” George Harrison, que tanto difundiu a cultura da paz no mundo. A banda Blues Beatles reinterpreta hits do quarteto de Liverpool, no ano em que Harrison completaria 75 anos.

“A liberdade musical é sinônimo do jazz e é também a marca do Santos Jazz Festival, que sempre evitou os rótulos e obviedades. Esperamos proporcionar um grande encontro do público com a música de qualidade e que sejam todos muito bem-vindos ao 7º Santos Jazz Festival!”, convidam Denise Covas e Jamir Lopes.